Sávio Souza Cruz discursando na ALMG

Deputado Estadual

Após exercer o cargo de secretário de Estado de Saúde (maio/2016 a janeiro/2018) e o cargo de secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (fevereiro/2015 a maio/2016), Sávio Souza Cruz está de volta à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), onde reassumiu seu mandato eletivo na 18ª Legislatura (2015-2018). Com a vasta experiência adquirida nas duas importantes pastas no Executivo estadual, Sávio retornou mais fortemente credenciado para o trabalho parlamentar, sendo pouco depois acolhido na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Secretário de Estado de Saúde

A passagem de Sávio na Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) foi um dos grandes desafios de sua trajetória de homem público. Enfrentando a ameaça de um surto de Febre Amarela, comandou intensa mobilização, que elevou a cobertura vacinal no Estado de 40% para mais de 82% em breve tempo. Os poucos recursos disponíveis para atender a esta e às demais muitas demandas da área exigiram muito de sua habilidade de gestor. Mas foi essa habilidade o que o tinha credenciado para a pasta, para onde ele veio depois de estar à frente da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) por mais de um ano.

Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Tendo tomado posse como deputado estadual em fevereiro de 2015, Sávio foi convocado, pouco depois, pelo governador Fernando Pimentel, para ocupar o cargo de secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Para a convocação, sabe-se ter sido considerada não apenas a folha de serviços já prestada por Sávio na área pública, mas também sua formação técnica na área. Mas, pela habilidade gerencial demonstrada, Sávio deixou a Semad para assumir a Secretaria de Estado de Saúde (SES) em Minas.

Quem é

Sávio Souza Cruz nasceu em Belo Horizonte em 1957, filho do ex-deputado Lúcio de Souza Cruz e de Natalina Fonseca de Souza Cruz, já falecidos. É casado com Juliana Boaventura Figueiredo de Souza Cruz e tem um filho, Marcelo. É diplomado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Engenharia Metalúrgica, e é especialista em Engenharia Ambiental pela mesma universidade.

Secretário de Estado de Recursos Humanos e Administração

A SES e a Semad não são as primeiras secretarias colocadas sob a responsabilidade de Sávio. Em 1999, logo após ter assumido seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), Sávio licenciou-se do cargo para assumir, a convite do então governador Itamar Franco, o cargo de secretário de Estado de Recursos Humanos e Administração. No exercício desse cargo, sucedido pelo de secretário de Estado de Planejamento, Sávio, entre outras iniciativas, manteve franca interlocução com os servidores, obtendo clima de cooperação tal que nenhuma greve ocorreu durante todo o período.

Presença forte na Assembleia

Na ALMG, aonde chegou em 1999, Sávio sempre teve presença forte. Logo de início, imediatamente após ter deixado a então Secretaria de Estado de Planejamento, assumiu na ALMG o cargo de Líder do Governo Itamar Franco.  Presidiu a Comissão de Meio Ambiente e Recursos Naturais e a de Minas e Energia, imprimindo a elas ritmo vigoroso de trabalho. Servindo-se de sua experiência como professor e como gestor de recursos humanos e de planejamento, incluiu também entre seus temas preferenciais os procedimentos de administração pública, os servidores e o serviço público, o magistério e, ainda, os aposentados, os idosos, a geração de emprego e renda.

Liderança na Câmara Municipal de Belo Horizonte

A vida pública de Sávio teve início em 1992, quando se elegeu vereador em Belo Horizonte. Na Câmara, presidiu comissões na área de meio ambiente e política urbana e representou a Casa como membro efetivo no Conselho Municipal de Meio Ambiente (Coman). Relatou, entre outras, a Lei de Parcelamento, Ocupação e Uso do Solo, a primeira grande lei municipal que cuidou de disciplinar o crescimento de Belo Horizonte. Como presidente da Casa no biênio 1997/98, promoveu ampla reforma administrativa, que enxugou o número de cargos de recrutamento amplo, restringiu a oferta de veículos oficiais e estabeleceu limites para as despesas nos gabinetes.

Experiência profissional na Engenharia e no Magistério

Sávio sempre enriqueceu seu trabalho na área pública com rigorosa visão técnica e ampla experiência como engenheiro e professor. Na área da Engenharia Ambiental, Sávio foi pesquisador da Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec) e diretor da Metais de Minas Gerais (Metamig). Fundou a Ambio Geologia e Engenharia Ambiental Ltda., empresa de consultoria respeitada que atuou nas décadas de 80 e 90. Na área do Magistério, foi professor de Química e de Física no Colégio Santo Antônio, em Belo Horizonte, e de Engenharia Ambiental nos cursos de Engenharia da PUC Minas.

Ética e responsabilidade

A par de sua qualidade técnica e gerencial, o trabalho de Sávio revela o lastro de valores inseparável de sua biografia pessoal. É profundo o seu respeito pelas pessoas e pelo bem comum, seja como engenheiro, professor ou homem público. Exclusivamente dedicado à área pública nos últimos anos, considera que servir ao público é uma honra, uma distinção. Por isso, dedica-se integralmente a esse trabalho, marcando-o com ética e responsabilidade. Paralelamente, como atento observador da cena política, sempre se posicionou a respeito com honestidade, transparência, firmeza e destemor.