SES-MG mantém intenso programa de qualificação de seus servidores

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), por seus órgãos centrais e por suas Regionais, investiu maciçamente em 2017 na qualificação de seus servidores. Para tanto, ofereceu a eles continuados programas de atualização e aperfeiçoamento, que abrangeram desde dinâmicas de um dia até cursos de pós-graduação.  Os programas terão sequência em 2018.

Na ESP-MG – No dia 7 de dezembro, a Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP-MG) realizou a cerimônia de conclusão do Curso de Especialização em Saúde Pública 2016/2017, curso que é oferecido pela instituição desde 1946, numa iniciativa pioneira em todo o país. Foram diplomados 35 novos sanitaristas, todos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) em várias regiões do Estado. Ainda em dezembro, a ESP-MG concluiu a qualificação de 600 servidores em Cursos Livres, que focaram o processo de construção do SUS desde sua implantação, o conceito ampliado de saúde e o direito de todos à saúde integral. Com outros cursos de especialização em andamento, a ESP-MG também promoveu em 2017 simpósios e seminários, destacando-se entre eles aquele que, em 24 e 25 de novembro, teve como tema “Austeridade, Injustiça Social e Precarização da Saúde”.

Concluintes do Curso de Especialização em Saúde Pública 2016/2017 (Fonte: ESP-MG)

Concluintes do Curso de Especialização em Saúde Pública 2016/2017 (Fonte: ESP-MG)

Na Fhemig – A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), que foi criada em 1977 com a fusão da Fundação Estadual de Assistência Leprocomial (Feal), Fundação Estadual de Assistência Psiquiátrica (Feap) e Fundação Estadual de Assistência Médica de Urgência (Feamur), é composta atualmente por 21 unidades assistenciais. A par de se colocar como uma das maiores gestoras de hospitais públicos do país, tem a função de formar profissionais para o serviço público de saúde. Oferecendo desde seminários e simpósios a programas de residência médica, desenvolveu em 2017, em parceria com a ESP-MG, Curso de Atualização em Gestão e Atenção Hospitalar, dentro do programa “Atualiza Hosp”.  O “Atualiza Hosp” oferece aos dirigentes hospitalares reflexões sobre gestão e saúde, ferramentas gerenciais e debates filosóficos leves, de modo a auxiliá-los a bem coordenar suas equipes, administrar com mais eficiência o hospital e qualificar sempre mais o atendimento prestado à população.

O secretário Sávio, à direita na primeira fila, durante comemoração dos 40 anos da Fhemig (Fonte: Fhemig)

O secretário Sávio, à direita na primeira fila, durante comemoração dos 40 anos da Fhemig (Fonte: Fhemig)

Nas Regionais – A SES-MG conta com 18 Superintendências e 10 Gerências Regionais de Saúde, que garantem a gestão descentralizada do Sistema Estadual de Saúde nas regiões do Estado. Entre as funções das Regionais, está a de capacitar permanentemente seus servidores e elas não têm poupado esforços para cumpri-la. Sempre reunindo os municípios sob sua jurisdição, trataram de temas gerais, como a vacinação e a vigilância sanitária, mas também de temas específicos para a respectiva localidade, demandados por situações próprias de cada região. Foi assim que Uberlândia realçou o Programa de Controle da Tuberculose, doença com alta incidência na região. Da mesma forma, Cel Fabriciano abordou as arboviroses e os 26 municípios da Regional de Januária se reuniram para uma oficina sobre “Vigilância Epidemiológica e Laboratorial de Meningites”.