SES-MG desenvolve campanhas, cursos e treinamentos em Saúde

“Prevenir é melhor que remediar”, já diz um antigo ditado. No caso da Saúde, prevenir é também mais fácil e mais barato do que tratar a doença instalada. Por isso, um dos objetivos da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) é educar para a Saúde, ensinando a prevenir doenças. As campanhas de esclarecimento estão sempre em pauta tanto na própria Secretaria como em seus diferentes órgãos, incluindo as Regionais em todo o Estado. Entre as campanhas de agosto, destaque para a do aleitamento materno. Paralelamente, houve progressos com os cursos e treinamentos oferecidos, bem como continuaram a ser abertas novas frentes de pesquisa.

Aleitamento materno –  A Semana Mundial do Aleitamento Materno, celebrada por cerca de 150 países entre 1º e 7 de agosto, ganhou em Minas amplitude maior. É que a Lei Estadual nº 13.435, de 12 de abril de 2017, instituiu no Estado o Agosto Dourado, que se tornou o Mês do Aleitamento Materno. Tudo isso com o objetivo de realçar a importância desse alimento, considerado não apenas completo e suficiente para garantir o desenvolvimento do bebê durante os dois primeiros anos de vida, mas também para favorecer seu amadurecimento cognitivo e ainda protegê-lo contra doenças cardiovasculares na idade adulta. As unidades da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) da capital e do interior executaram intensa programação para ensinar as práticas para a boa condução do aleitamento materno e informar sobre os bancos de leite humano. A própria SES-MG realizou, entre os dias 8 e 11 de agosto, a Oficina da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, que foi replicada por várias Regionais.

Ciência em movimento –  A Fundação Ezequiel Dias (Funed) vem desenvolvendo com sucesso o Programa Ciência em Movimento que, com um caminhão devidamente equipado, visita os municípios mineiros com o objetivo de difundir e popularizar o conhecimento científico. Em 3 de agosto, como parte das comemorações de seus 110 anos, a Funed firmou parceria com a Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP-MG) e com a Fundação Educacional Caio Martins (Fucam) para aprimoramento do Programa. A ESP-MG entrará com sua experiência pedagógica para revisar o Programa e qualificar sua equipe, enquanto a Fucam, presente em sete municípios mineiros, fornecerá logística e apoio educacional às ações.  Sávio, que apoia e incentiva a transversalidade no trabalho da Secretaria que comanda, comemorou a assinatura do termo de cooperação entre os três órgãos.

Escola de Saúde Pública de Minas GeraisCursos livres e de especialização –  A ESP-MG, um dos órgãos da SES-MG encarregado de promover a educação permanente em Saúde, oferece neste semestre 17 cursos livres com 35 vagas cada um, todos eles visando desenvolver e qualificar profissionais e gestores para aprimoramento da assistência em Saúde e para o fortalecimento do SUS. Com cursos de especialização também em andamento, realizou, em 18 de agosto, uma aula aberta ao público na área de Comunicação e Saúde. A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), por sua vez, disponibilizou a seus servidores oportunidade de mestrado profissional sobre Cuidado Primário em Saúde, buscando especialmente possibilitar que os conhecimentos gerados sejam aplicados no próprio ambiente profissional. Quanto aos treinamentos, eles continuaram a ser oferecidos nas diversas Regionais de Saúde.