Sávio reestreia nas reuniões de Plenário

Desde o dia de seu retorno, em 1º de fevereiro, Sávio se reintegrou ao trabalho parlamentar. Inteirando-se dos projetos de lei em tramitação e dos temas em discussão na Casa, chegou ao Plenário para as reuniões ordinárias.

Primeiras declarações na ALMG – Já no primeiro dia, Sávio declarou avaliar seu retorno como “a oportunidade de continuar legislando em favor dos interesses dos mineiros sem a contaminação do debate eleitoral, que costuma extremar as posições e tornar ainda maiores as divergências”. Fazendo referência ao texto enviado por Pimentel na abertura dos trabalhos legislativos do ano, ele frisou que “o debate eleitoral a gente deixa para o segundo semestre, pois Minas ainda tem, conforme destacou o governador, grandes desafios pela frente”. O deputado avaliou que “se nós vencemos três anos de grandes dificuldades em razão da forma como o Governo recebeu as finanças do Estado, situação agravada pela recessão econômica nacional, em 2018 já se discute a possibilidade de os mineiros terem mais esperança. Os números indicam isso”, destacou. “Mas a gente não pode subestimar a gravidade da crise nacional, que também alcança Minas Gerais. Estaremos à altura desse desafio para fazer uma Minas melhor, mais justa e generosa”, encerrou o deputado.

Bloco Minas Melhor – Minas Melhor é o nome do Bloco parlamentar que Sávio passou a integrar desde 1º de fevereiro. O Bloco conta com 32 deputados de sete partidos, que dão sustentação ao Governo Pimentel. Surgido em 2015, o Minas Melhor reuniu membros que integraram o Bloco Minas Sem Censura e que fizeram oposição aos governos tucanos. Numa época em que aqueles governos estavam sendo aplaudidos, Sávio foi um arguto observador e uma corajosa voz em Plenário, denunciando o que chamava de “mito do bom gestor”, o falso “déficit zero”, o enganoso “PIB da China”, as arbitrariedades e incoerências tucanas, e, ainda, os atos de censura que controlavam a mídia em todo o Estado e forçavam a criação de uma falsa aprovação unânime dos governos tucanos.

Em nome dos deputados presentes, Sávio fala em solenidade na Cidade Administrativa em 20/02 (Foto Victor Rodrigues /ALMG)

Trabalho, diálogo e equilíbrio – Sávio, que compôs o secretariado do Governo Pimentel durante três anos, avaliza o pronunciamento que o Governador fez na ALMG em 1º de fevereiro acerca das dificuldades do Estado com os déficits herdados dos governos tucanos e com o peso da crise econômica. O próprio deputado, em fala durante ato na Cidade Administrativa em 20/02, conclamou os presentes a se fazerem à altura do momento de dificuldade por que passa o Estado. Lembrou que, com trabalho, diálogo e equilíbrio, o Governo tem conseguido manter o Estado funcionando e que isso não é pouco se comparado a outros Estados que, em condição semelhante, perderam o controle da situação.