Sávio interage com comunidades e reafirma sintonia com a cultura mineira

Sempre atento às demandas das comunidades, Sávio recebeu representantes que o procuraram na Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) e aceitou o convite para entrevista em rádio mineira. Em todas essas ocasiões, os temas foram o serviço de Saúde e o contexto político. Sávio comemorou com alegria o investimento previsto para recuperar casarão histórico em Esmeraldas, um casarão que ele próprio, em reunião na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), em agosto de 2001,  apresentou à Secretaria de Estado da Cultura como candidato a tombamento.

Reunião com o Rufino Solador e Zé Divino

Reunião com o Rufino Solador e Zé Divino

Comunidades – Em 4 de julho, Sávio acompanhou o prefeito Zeto, de Martinho Campos, na assinatura de ordens de serviço para atendimento de água e esgoto no município, dois dos serviços de infraestrutura urbana que mais concorrem para a boa qualidade de vida e, consequentemente, para a saúde da população.  Em 12 de julho, o secretário recebeu o vice-prefeito de Buritis, Rufuno Folador, e o ex-vice-prefeito Zé Divino para tratar de serviços do SUS no município. A convite, participou da abertura da Kobufest 2017 em Gouveia e, ainda em julho, cumpriu agenda em Curvelo, onde comemorou o credenciamento do Instituto do Câncer do Hospital Imaculada Conceição e o seu fortalecimento para a prestação de serviços especializados a cerca de 1 milhão e 500 mil pessoas da cidade e seu entorno.

 

entrevista super

Café com Política – Em 11 de julho, Sávio participou do programa de entrevistas “Café com Política” da rádio Super Notícia FM. Respondendo a perguntas, falou sobre as dificuldades orçamentárias do Estado, acentuou que um déficit no orçamento estoura sempre na Saúde, mas registrou que há cobranças feitas indevidamente por prestadores e hospitais ao Estado. No tocante ao Hospital do Barreiro, em Belo Horizonte, o secretário informou que está sendo discutido um encontro de contas com a Prefeitura Municipal, o que pode favorecer o financiamento daquela casa de saúde. Durante a entrevista, o secretário ainda comentou o contexto político em Minas e no país.

 

Casarão Santo Antônio em Esmeraldas

Construído no século XIX, o imóvel foi tombado a partir de proposição apresentada pelo deputado Sávio em 17/8/2001 durante Reunião Especial na Assembleia Legislativa (Foto Willian Dias / ALMG)

Casarão Santo Antônio – Em 17/8/2001, durante solenidade na ALMG em comemoração aos 100 anos de Esmeraldas, o deputado Sávio destinou ao representante da Secretaria de Estado de Cultura um dossiê documentando a importância do Casarão Santo Antônio em Esmeraldas. No dossiê, o deputado informava que o casarão fora construído por José Teixeira de Vasconcelos, o Visconde de Caeté, nomeado por D. Pedro I primeiro presidente da província de Minas Gerais. Prosseguia informando que Quintiliano José da Silva e Fernando de Melo Vianna, dois outros esmeraldenses à frente do governo de Minas, também habitaram o casarão. Informava ainda que, em seus cerca de 750 metros de área construída e dispondo de todos os equipamentos da época para que funcionasse de maneira autossuficiente, o casarão documentava um estilo e um modo de vida não mais existentes, sendo um dos poucos edifícios remanescentes da época da formação de Esmeraldas. Concluía pedindo o tombamento da edificação, o que foi feito a seguir. Neste ano de 2017, o casarão volta à agenda cultural do Estado e será restaurado. O secretário Sávio, grande amigo da história e da cultura mineiras, comemora a decisão.

savio esmeraldas
Márcio Belém que entregasse o dossiê a Olavo Romano, então Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Cultura
Sávio durante a reunião, quando pediu ao então prefeito Márcio Belém que entregasse o dossiê a Olavo Romano, então Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Cultura (Fotos Rodrigo Dias / ALMG)